Cancelar
Acesso CNTV

CNTV, Fives e Fivabs resistem à retirada de direitos em negociação unificada

30Jan

A segunda rodada de negociação coletiva do nordeste, realizada nesta segunda-feira (29), em Recife (PE), serviu para reforçar ainda mais a necessidade de mobilização e luta da categoria. Sem atender às reivindicações da categoria, os patrões ainda querem retirar feriado, intervalo intrajornada, além de criar a função de horista e tantos outros ataques aos trabalhadores. Além dos representantes da Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV), da Federação Interestadual do Nordeste (Fives-NE) e da Federação Interestadual dos Vigilantes de Alagoas, Bahia e Sergipe  (Fivabs), também participaram representantes dos sindicatos do Rio Grande do Norte, Paraíba, Alagoas, Bahia, Pernambuco e Sergipe.

                “Saímos indignados porque, mais uma vez, os patrões estão brincando com a categoria e querem tirar dinheiro do bolso do trabalhador”, protestou o presidente da Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV), José Boaventura. “Nós estamos reafirmando: se os patrões querem luta, eles vão ter luta. Não aceitaremos humilhação. Não aceitaremos que os patrões tentem desvalorizar uma categoria de luta e guerreira como a nossa”, declarou.

                O presidente da Fives-NE e do Sindicato dos Vigilantes de Pernambuco (Sindesv-PE), José Inácio Cassiano de Souza, destacou que a mobilização da categoria é fundamental em todos os Estados. “O mais provável é que precisemos ir para o enfrentamento. O que assistimos da representação patronal foi uma verdadeira vergonha, um absurdo querer tentar retirar direitos dos trabalhadores”, afirmou.

                “Não vamos aceitar nenhum direito a menos! Vamos resistir porque somos vigilantes e merecemos respeito! O nordeste está pronto para enfrentar essas empresas que não respeitam o direito do trabalhador”, completou o presidente da Federação Interestadual dos Vigilantes de Alagoas, Bahia e Sergipe (Fivabs) e do Sindicato dos Vigilantes de Alagoas, Cícero Ferreira.

                A orientação da CNTV e das Federações é ir à luta, convocar a categoria e realizar todas as manifestações necessárias. “Lá na frente, se necessário, vamos fazer a grande greve dos vigilantes do nordeste”, completou Boaventura. Federação Interestadual dos Vigilantes de Alagoas, Bahia e Sergipe

                Os sindicatos e a CNTV informarão sobre as assembleias e atos convocados para denunciar a intransigência patronal e sobre as próximas rodadas de negociação. Fique atento! A Luta também é sua!

Fonte: CNTV

0 comentários para "CNTV, Fives e Fivabs resistem à retirada de direitos em negociação unificada"
Deixar um novo comentário

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.Mínimo de 70 caracteres, por favor, nos explique melhor.