Cancelar
Acesso CNTV

Rio Grande do Sul: Vigilantes da Líder não recebem décimo terceiro, recebem ameaças

21Dez

Em ) - 6 horas a Al

Dirigentes do sindicato realizaram uma panfletagem, no início da tarde de hoje (20), no prédio da Receita Federal contra ameaças da empresa Líder aos vigilantes do posto. Os trabalhadores ficaram sabendo que a empresa não faria o pagamento da segunda parcela do décimo terceiro salário nesta quarta-feira (20), como estava previsto.

Ao tomar conhecimento disso, o sindicato decidiu organizar um protesto e preparar uma paralisação no local de trabalho para amanhã (quinta-feira), se for preciso. A empresa, em vez de garantir o pagamento, enviou recados ameaçando os vigilantes com represálias e demissões.

Não é a primeira vez que a Líder atrasa os vencimentos de seus trabalhadores. “O sindicato repudia essa atitude da empresa e, mais que isso, se os vigilantes não receberem vão acontecer protestos e a paralisação no posto, amanhã”, avisou Marlon Costa, diretor do sindicato.

“ESTAMOS EXERCENDO NOSSO DIREITO, SÓ QUEREMOS O QUE É NOSSO. PAGUEM O QUE DEVEM. NINGUÉM VAI NOS INTIMIDAR!”, afirma o panfleto distribuído pela direção na entrada da Receita Federal, aos clientes e funcionários da instituição.

Após a panfleteação, um dos diretores recebeu a ligação de um representante da Líder que garantiu que as ameaças não partiram da empresa. Mas disse que os vigilantes que paralisarem as atividades serão transferidos de posto. Por volta de 16 horas, fomos informados que outros postos da Líder também não receberam. Como sempre, o sindicato fará tudo que for preciso para assegurar os direitos dos trabalhadores.

Fonte: Sindivigilantes do Sul

0 comentários para "Rio Grande do Sul: Vigilantes da Líder não recebem décimo terceiro, recebem ameaças"
Deixar um novo comentário

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.Mínimo de 70 caracteres, por favor, nos explique melhor.