Cancelar
Acesso CNTV

Sindvigilantes/BA assina CCT e garante avanços para categoria

10Jul

Em ) - 10 a acre

No final desta sexta-feira, dia 7, o Sindvigilantes/Bahia, juntamente com os demais Sindicatos representativos da categoria, assinaram com o Sindicato Patronal a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) com validade até 31 janeiro de 2018. O texto consolida os quase seis meses de luta, negociação e a greve de 15 dias que mexeu com a economia no Estado e a vida de milhões de pessoas.

O texto mantém todos os pontos firmados na Ata de negociações, tanto aquelas realizadas diretamente, como as realizadas no MTE e no MPT, além de garantir todas as conquistas de CCT’s anteriores. E mais importante: aprovadas quase a unanimidade por quase dois mil vigilantes na porta do MPT ao final da negociação.

O Sindvigilantes/BA recebeu do Sindicato patronal somente na última segunda-feira (3) uma minuta. “Corremos para conferir, analisar com o jurídico e na sexta-feira (7), firmamos o documento. Não houve nenhuma demora pelo lado dos trabalhadores, mas dos patrões, sim”, conta o presidente do Sindicato e da Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV), José Boaventura.

“Já temos, assim, a tabela oficial de salário, adicionais e outras variáveis. Na próxima semana a tabela oficial será divulgada”, complementou.

Estão confirmadas as conquistas da greve e os pontos negociados sob a coordenação do MPT:

- Reajuste de 6% a partir de 1º de maio;

- Salario de maio e junho podendo ainda ser pago ainda com o piso antigo;

- Salario de julho a ser pago com salario já corrigido;

- Salario de agosto, idem, incluído as diferenças de maio e junho (salario e alimentação, se for o caso);

- O Ticket refeição/alimentação de julho, já deverá ser pago ou fornecido no dia 1º/7, já corrigida e o desconto na folha de julho já com os 15% e não 20%;

- Todos os dias da greve pagos. Compensação, se houver, só na escala. Não há compensação na folga, com hora extra, etc.

Os vigilantes ainda têm mais motivos para comemorar as conquistas. Foram 15 dias de greve legal, sem desconto, sem punição, sem prejuízo; reajuste acima da inflação, maior que os 5% dos rodoviários; ganho no ticket refeição com a elevação de 6% no valor e redução de 5% no desconto (mais de 11% de ganho; manutenção intacta da jornada 12/36, sem quebra, sem trabalho na folga ou sem prorrogação; manutenção da regra de reciclagem (só em dias uteis), Cesta Básica, Boa Permanência I e II, 51% de prêmio de férias, Adicional Noturno a 35%, Intervalo Intrajornada, adicional noturno até as 7 da manhã, entre outras.

Além disso, com a luta e a greve, foi possível derrotar as propostas indecentes dos patrões, como os R$ 10 de aumento e a volta à escravidão. A direção do Sindicato liderou a luta, soube conduzir com sabedoria, priorizando bancos, INSS e outros, além de fazer o inédito ROLEZÃO nos Shoppings. “Quem perdeu foram os patrões miseráveis, pelegos, traidores e amigos dos patrões, que jogaram contra a categoria e tentaram desacreditar o Sindicato e a luta”, concluiu Boaventura.

Fonte: Sindvigilantes/BA

0 comentários para "Sindvigilantes/BA assina CCT e garante avanços para categoria"
Deixar um novo comentário

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.Mínimo de 70 caracteres, por favor, nos explique melhor.