Cancelar
Acesso CNTV

Lei de segurança de Recife é referência para o Brasil, avalia Contraf-CUT

23Out

A Contraf-CUT visitou o Sindicato dos Bancários de Pernambuco nesta sexta-feira, dia 19, para conhecer de perto a lei municipal de segurança bancária de Recife e as fiscalizações promovidas pelo Ministério Público e Prefeitura, que já resultaram na interdição de 14 agências e multas que ultrapassam a casa dos R$ 60 milhões.
Para o presidente da Contraf-CUT, Carlos Cordeiro, essa lei é uma referência para todo o Brasil. "Viemos aqui para conhecer de perto esta experiência, principalmente no que diz respeito à fiscalização. A Contraf-CUT estará convocando uma reunião nos próximos dias com o nosso Coletivo Nacional de Segurança Bancária e com o Comando Nacional para debatermos as nossas demandas de segurança e estamos convidando a presidenta do Sindicato de Pernambuco, Jaqueline Mello, para relatar a experiência com a legislação do Recife", destacou Carlão.
O secretário de Imprensa da Contraf-CUT e coordenador do Coletivo Nacional de Segurança Bancária, Ademir Wiederkehr, ressaltou que a legislação do Recife é "muito importante", pois ela contempla as principais reivindicações dos bancários sobre segurança. "Essa lei está alinhada com os nossos anseios, garantindo, entre outros itens, que as agências e postos de atendimento tenham vidros blindados, câmeras de segurança internas e externas, portas giratórias com detectores de metais, mais vigilantes, biombos e divisórias entre os caixas", enumerou.
Ademir destacou que a luta dos bancários é fundamental para garantir mais segurança, já que o descaso dos bancos nesta área é gritante. "No ano passado, os principais bancos acumularam R$ 50,7 bilhões em lucro. Mas investiram apenas R$ 2,6 bilhões em segurança, ou 5,2% daquilo que ganharam. Os bancos que mais lucraram estão também entre os menos gastaram com segurança. O Itaú, por exemplo, teve lucro de R$ 14,6 bilhões e investiu na área apenas R$ 482 milhões", disse.
Para a presidenta do Sindicato, a presença da Contraf-CUT em Pernambuco é muito importante para a troca de informações e de experiências. "A unidade nacional dos bancários é um exemplo para as demais categorias. Este trabalho articulado entre os sindicatos só nos fortalece. Juntos, estamos numa luta integrada para garantir mais segurança nos bancos em todo o país", disse Jaqueline.



0 comentários para "Lei de segurança de Recife é referência para o Brasil, avalia Contraf-CUT"
Deixar um novo comentário

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.Mínimo de 70 caracteres, por favor, nos explique melhor.