Cancelar
Acesso CNTV

Ataques contra bancos crescem 180% na RML

11Out

Em - 13 15 2012 a

Londrina - Levantamento feito pela FOLHA a partir de dados compilados pelo Sindicato dos Vigilantes de Curitiba e Região aponta que os ataques de criminosos a agências bancárias - arrombamentos, explosões, assaltos ou tentativas frustradas destes crimes - na Região Metropolitana de Londrina cresceram 180% no segundo semestre em relação aos seis primeiros meses do ano.
Desde julho, os 16 municípios que compõe a RML sofreram 14 ataques. De janeiro a junho, foram registrados cinco ataques. No acumulado do ano até agora, os bancos da região sofreram 19 ações de criminosos. Só no município de Londrina, foram registrados este ano 15 ataques, 11 deles neste semestre.
A maior parte dos ataques na região ainda são de arrombamentos comuns. Em oito ocasiões, os criminosos tentaram arrombar os caixas eletrônicos das agências. Em outras seis situações, as quadrilhas usaram explosivos para ter acesso ao dinheiro.
O dado mais curioso do levantamento é a concentração dos assaltos - quando funcionários ou vigilantes são rendidos durante a ação - no primeiro semestre. Foram cinco assaltos, quatro em Londrina e um em Porecatu. No segundo semestre, contudo, nenhuma ação do gênero foi registrada.
O crescimento acentuado do número de ocorrências em bancos é um fenômeno restrito à RML. No Estado, o número é estável. Segundo o Sindicato dos Vigilantes, foram 183 ataques a banco no Paraná em 2012. No primeiro semestre, foram registrados 113 casos. No segundo, 70. Em média, no primeiro semestre, foram 4,3 ataques por semana, contra 4,1, no segundo semestre.

0 comentários para "Ataques contra bancos crescem 180% na RML"
Deixar um novo comentário

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.Mínimo de 70 caracteres, por favor, nos explique melhor.