Cancelar
Acesso CNTV

Professora suspeita de injúria racial presta esclarecimentos à polícia

25Set

Em ) 30 30% 30_ a

A Universidade do Estado do Pará (Uepa) vai instaurar um processo administrativo contra a servidora docente suspeita de injúria racial por chamar um funcionário de "macaco". Neste sábado (22), a professora Daniela Cordovil prestou depoimento à polícia. A comissão do processo administrativo terá o prazo de 60 dias para conclusão dos trabalhos.

A comissão será composta por três docentes efetivos estáveis. O relatório conclusivo do processo será encaminhado para apreciação da reitora e do Conselho Universitário.

A decisão de instaurar o processo administrativo foi motivada pela nova análise da Procuradoria Jurídica (Projur) da universidade, que concluiu que os fatos apurados configuram infração funcional administrativa de natureza grave. A professora tem o assegurado o direito de ampla defesa.

A polícia, que também investiga o caso, deve concluir o inquérito em 30 dias.

0 comentários para "Professora suspeita de injúria racial presta esclarecimentos à polícia"
Deixar um novo comentário

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.Mínimo de 70 caracteres, por favor, nos explique melhor.