Cancelar
Acesso CNTV

Hotéis pedem mais segurança visando a Copa do Mundo

08Ago

Uma pesquisa realizada pelo Sindicato de Hotelaria e Gastronomia de Porto Alegre (Sindpoa) e divulgada ontem mostra que 81% dos 43 hotéis pesquisados possuem sistema de monitoramento eletrônico; 46,5% têm alguma empresa de segurança privada contratada; e 27,9% já receberam reservas de hóspedes estrangeiros para o período da Copa do Mundo de 2014. De acordo com o presidente do sindicato, José de Jesus Santos, a Fifa exige 12 mil leitos em Porto Alegre. Santos garante que, aos 13,3 mil já disponíveis, a Capital agregará 3,7 mil quartos até 2014.

O estudo foi apresentado à Secretaria de Segurança Pública e contém, ainda, sugestões dos empresários a respeito das necessidades quanto à segurança na cidade e arredores de hotéis. Entre as principais reivindicações está o aumento do policiamento e do número de câmeras de vigilância no entorno dos estabelecimentos. “A pesquisa mostra que nossos conveniados já estão trabalhando sua segurança interna. O problema está do lado de fora. Queremos, neste pleito, que as regiões com presença de rede hoteleira sejam monitoradas pela polícia”, afirmou Santos. Em breve, o levantamento deve acontecer também no setor de gastronomia.

O secretário de Segurança Pública, Airton Michels, garantiu a contratação de mais 4 mil policiais militares e de 850 civis até 2014. Além disso, parte do efetivo das cidades do Interior será deslocado para a Capital durante a realização do evento. Em uma área que está sendo desocupada pelo Detran, será montado o Centro Integrado de Sistema e Controle, com equipamentos adquiridos pelo Ministério da Justiça por meio da Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos. O local fará o monitoramento eletrônico de estádios, aeroportos e hotéis e dos trajetos entre eles. Também será realizado um mapeamento de locais com possibilidade de grande convergência de turistas para posterior instalação de câmeras. A estrutura deve entrar em operação no final do próximo ano.

Michels ressaltou a importância da troca de experiências com os hoteleiros para garantir melhorias na segurança, tendo em vista as necessidades apontadas pelo setor. “É importante o aumento do diálogo e do fornecimento de informações. Não mediremos esforços para que a imagem de Porto Alegre seja a melhor possível. Será um curto período em que a cidade estará exposta para o mundo inteiro. Todo investimento feito em segurança pública será importante para que as pessoas se sintam bem para retornarem após a Copa.”


Capital reformula programa de qualificação turística
Com uma turma formada por 40 integrantes do 9º Batalhão da Polícia Militar, começa hoje o programa Porto Alegre Turística, em novo formato, que passa a oferecer quase 11 horas de qualificação gratuita sobre atendimento, hospitalidade e prestação de informações sobre a cidade, seus atrativos e equipamentos turísticos.

Reformulado com vistas à preparação da cidade para a Copa 2014, o programa é destinado a profissionais ligados direta ou indiretamente a atividades do turismo, como frentistas, taxistas, integrantes da Guarda Municipal e da Brigada Militar, proprietários de bancas de revista, trabalhadores do comércio varejista, empreendedores rurais, servidores municipais, agentes de viagem e guias de turismo, entre outros públicos.

Os policiais militares do 9º BPM atuam na área central de Porto Alegre, de grande concentração de comércio, onde ocorrem eventos de porte, como a Feira do Livro, a Semana Farroupilha e a Festa de Navegantes, e se localizam importantes atrativos turísticos da cidade. O primeiro módulo do curso abordará aspectos sobre acolhimento e atendimento ao turista.

Realizado há um ano como um workshop de duas horas de duração, o programa superou os 1,5 mil participantes até o mês de julho. Na nova versão, Porto Alegre Turística passa a ser oferecido mensalmente, até dezembro, com 40 vagas por mês.

0 comentários para "Hotéis pedem mais segurança visando a Copa do Mundo"
Deixar um novo comentário

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.Mínimo de 70 caracteres, por favor, nos explique melhor.