Cancelar
Acesso CNTV

Fórum de Rio Preto vai fichar os visitantes

27Jul

Os fóruns de Rio Preto e Catanduva contarão a partir de agosto com medidas extras para aumentar a segurança. A principal delas é a contratação de uma empresa de segurança patrimonial que disponibilizará dois homens armados 24 horas por dia. Além disso, todos os visitantes do local serão cadastrados e terão nome, número de documento pessoal e foto incluídos em um banco de dados específico.

Além disso, para entrar no prédio, o visitante terá que informar o motivo da visita. O entorno do fórum também será considerado área de segurança, ou seja, não será mais permitido estacionamento de veículos no local. Câmeras de monitoramento estão sendo instaladas e devem começar a funcionar em dois meses. As imagens ficarão gravadas e armazenadas. Outra medida de segurança adotada é o depósito no quartel da Polícia Militar de de armas apreendidas pela Justiça.

De acordo com o diretor interino do fórum de Rio Preto, Luiz Fernando Dal Poz, as medidas são necessárias para melhorar a segurança do prédio que recebe centenas de pessoas diariamente, entre as quais presos que todos os dias chegam para prestar depoimentos. "Não é importante só para a segurança de quem trabalha no fórum, mas de toda a população que necessitar entrar no prédio", explica o juíz.

Dal Poz diz ainda que assim que os vigilantes iniciarem o trabalho em Rio Preto, a intenção é voltar a utilizar o detetor de metais que há vários anos está desligado. "Nós decidimos não usar mais o equipamento por falta de pessoas qualificadas para fazer a revista das pessoas que entram no local, agora será possível esse trabalho", afirma. Sobre a proibição de estacionar no entorno do fórum, o juiz não soube dizer como será a regulamentação.

"Já temos aqui em Rio Preto algumas áreas exclusivas para as viaturas das políciais, mas não sei como vai ficar a proibição em relação aos outros veículos que estacionam aqui." As medidas foram adotadas pelo Tribunal de Justiça de São Paulo em decorrência do registro de crimes cometidos dentro das comarcas. Em especial ao atentado contra um advogado em São José dos Campos.

De acordo com João Baptista Galhardo Júnior, assessor da presidência do TJ, serão gastos R$ 100 milhões para a implantação do serviço em todo o Estado. Todas as comarcas passarão pelas mudanças. Os primeiros fóruns são os de entrância final, 39 no total, com início previsto para agosto. Na sequência vêm as comarcas intermediárias - 70 -, cuja implantação das medidas de segurança deve ocorrer até o final de 2012. E no ano que vem, as comarcas de entrância inicial.

Promotor aprova as modificações

O promotor criminal Sergio Acayaba Toledo diz que as mudanças são muito bem-vindas. Segundo ele, a segurança atual do Fórum de Rio Preto é falha, sem controle, o que facilita ações criminosas no prédio. "Todos os prédios públicos precisam de segurança, aqui entram diversas pessoas e tem de haver um controle. Não só para guardar a vida dos promotores, juízes e funcionários, mas também de todos que frequentam o local", diz o promotor.

Toledo lembra ainda de um atentado a bomba registrado em 2004, quando um artefato recheado de pólvora e chumbinho foi encontrado dentro de um cesto de lixo no banheiro do quarto andar do prédio. "Se houvesse mais segurança e o detetor de metais funcionasse adequadamente, fatos como esses poderiam ser evitados."

Promotor em Catanduva, Ademir Perez já trabalhou em Rio Preto e também acredita na importância das medidas adotadas. Lembro de um crime que ocorreu dentro da sala da audiência de um juiz na década de 80, quando um advogado atirou à queima roupa contra um réu durante o seu depoimento. "São crimes como esses que podemos evitar com o aumento da segurança."

0 comentários para "Fórum de Rio Preto vai fichar os visitantes"
Deixar um novo comentário

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.Mínimo de 70 caracteres, por favor, nos explique melhor.