Cancelar
Acesso CNTV

Funcionários cruzam os braços

04Jul

Em ) - 10 a al

BLUMENAU - Cerca de 150 funcionários das duas empresas de transporte de valor da cidade Prosegur e Brinks paralisaram as atividades no início da manhã de ontem. Os trabalhadores não aceitaram os 4% de reajuste oferecido pelas empresas. A categoria alega que o valor está abaixo dos 4,88% do Índice Nacional de Preço ao Consumidor (INPC) de maio, que norteia o reajuste. Eles também requerem 10% de ganho real.

As negociações começaram em maio, mas não deram nenhum resultado. Agora, a reivindicação dos trabalhadores foi parar na Justiça e eles aguardam o resultado do dissídio coletivo. Enquanto não sair a decisão, o representante do Sindicato dos Trabalhadores das Empresas de Transporte de Valores de Santa Catarina (Sintravasc), Augusto Telles, disse que os trabalhadores continuarão em greve.

A reportagem do Santa tentou contato com os responsáveis pelas empresas Prosegur e Brinks, mas foi informada que eles estavam reunidos com os funcionários que não entraram em greve para discutir a situação.

0 comentários para "Funcionários cruzam os braços"
Deixar um novo comentário

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.Mínimo de 70 caracteres, por favor, nos explique melhor.