Cancelar
Acesso CNTV

Sindicatos sugerem redução de tarifas bancárias como solução para furtos

22Mar

Em ) - 10 2012 a

A redução das tarifas bancárias para transações eletrônicas diminuiria a procura pelos saques nos caixas eletrônicos. Esse foi um dos argumentos apresentados pelo Sindicato dos Vigilantes de Curitiba e Região durante audiência pública realizada na Assembleia Legislativa do Paraná, na manhã desta quarta-feira (21). O encontro foi feito para discutir os ataques aos caixas eletrônicos no Paraná e reuniu os sindicatos dos vigilantes e dos bancários de Curitiba e região, parlamentares, Exército e Polícia Militar. A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) não enviou representante para a reunião.

A queda nos saques nos caixas eletrônicos, segundo o sindicato, poderia levar a redução do montante de dinheiro colocado nos equipamentos. “Os arrombamentos e explosões de caixas eletrônicos irão diminuir bastante se essas duas medidas forem adotadas”, afirmou o presidente do Sindicato dos Vigilantes de Curitiba e Região, João Soares. Segundo Soares, a proposta poderá ser levada até o Congresso.

Em 90 dias, Paraná tem 52 ataques a caixas
O sindicato pediu também que o Exército reforce a fiscalização quanto ao comércio de explosivos. A reportagem tentou o contato com Exército na terça-feira para tratar desta questão, mas não obteve retorno.

Na terça-feira, o delegado-chefe da Delegacia de Furtos e Roubos de Curitiba, Rodrigo Brown de Oliveira afirmou que a falta de investimento em segurança por parte dos bancos e a fiscalização falha do Exército são dois motivos que explicam esses números.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) informou na terça-feira, em nota, que as instituições associadas têm como sua maior preocupação a segurança de clientes, funcionários e consumidores. Por isso, investem anualmente nos mais variados itens que compõem a segurança, sendo ela física ou tecnológica, quase R$ 10 bilhões.

A reportagem entrou em contato com a Febraban neta quarta, por volta das 14 horas, para saber qual é o posicionamento da entidade sobre a redução de tarifas e aguarda o retorno.

Números

Cinquenta e dois ataques a caixas eletrônicos foram registrados no Paraná em 2012. O município de Curitiba registrou cinco explosões e seis arrombamentos com a utilização de maçaricos. Os dados foram informados à Gazeta do Povo pelo Sindicato dos Vigilantes de Curitiba e Região nesta terça-feira (20) e incluem também as tentativas feitas pelas quadrilhas.

0 comentários para "Sindicatos sugerem redução de tarifas bancárias como solução para furtos"
Deixar um novo comentário

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.Mínimo de 70 caracteres, por favor, nos explique melhor.