Cancelar
Acesso CNTV

Vigilante precisa provar contribuição

13Mar

Em ) - 25 anos a Al

O vigilante Edson Rodrigues dos Santos, 46 anos, teve suas duas carteiras de trabalho extraviadas, segundo ele.

Agora, Santos não sabe o que deve fazer para entrar com o pedido de aposentadoria no posto do INSS.

O vigilante quer saber como fazer para provar que trabalhou nesses períodos se não tem as informações sobre o tempo de contribuição e a confirmação dos vínculos que estavam na carteira.

Rodrigues diz que foi a um posto do INSS pegar o CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais), mas que lá recebeu a informação de que apenas o documento --que tem todos os cálculos de contribuições feitas pelo segurado-- não seria o suficiente para que ele pudesse dar entrada na aposentadoria.

"Disseram que eu precisava pedir essa documentação para as empresas", diz.

Ele afirma que, no CNIS, consta que ele trabalhou em 19 empresas e que já deve ter o tempo necessário para se aposentar por tempo de contribuição, já que o vigilante trabalhou em atividade insalubre e poderia pedir aposentadoria especial (concedida com 25 anos de contribuições ao INSS).

Segundo o advogado previdenciário Theodoro Vicente Agostinho, o que o INSS pode ter dito é que o leitor ainda não tem o tempo de contribuição necessário para se aposentar.

Segundo ele, o CNIS é aceito para dar entrada na aposentadoria, mas ele aconselha o vigilante a tirar outra via da carteira e tentar o registro nas empresas trabalhadas.

Para conseguir o tempo especial, Rodrigues precisará ainda de laudos das empresas que comprovem a atividade insalubre.

0 comentários para "Vigilante precisa provar contribuição"
Deixar um novo comentário

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.Mínimo de 70 caracteres, por favor, nos explique melhor.