Cancelar
Acesso CNTV

Cliente se vira para contornar falta de cédulas

06Fev

Em ) - 039 10 13

A greve dos seguranças que trabalham no transporte de valores com carros-fortes, iniciada na quarta-feira, já deixa sem dinheiro agências e caixas eletrônicos de Curitiba e faz com que os clientes corram aos bancos para garantir o saque. Outros dão seu “jeitinho” para conseguir sacar a quantia necessária para o pagamento das contas. A paralisação não tem data para acabar e o esgotamento dos bancos só tende a piorar, especialmente a partir de terça-feira, quinto dia útil de fevereiro, data de vencimento de muitas contas e dia de pagamento dos aposentados.

Ontem, a reportagem da Gazeta do Povo percorreu agências na região central de Curitiba. A maioria delas apresenta algum tipo de limitação aos clientes, seja na quantidade de caixas disponíveis ou na quantia de dinheiro. Na agência do Itaú na Praça Rui Barbosa, um recado na porta avisava que não havia mais dinheiro disponível na boca do caixa. No HSBC da esquina entre a Avenida Marechal Floriano e a Rua André de Barros, alguns clientes relataram que não estavam conseguindo sacar mais de R$ 50 no caixa disponível, mas os funcionários afirmaram ser possível sacar até R$ 5 mil na boca do caixa.

Hackers atacam BC, Citi e PanAmericano

Agência Estado

O grupo de hackers Anonymous mudou sua estratégia ontem ao atacar vários sites de bancos. Três alvos foram atingidos: Banco Central, Citibank e PanAmeri­cano. A página do BC havia voltado ao normal por volta das 13 horas, enquanto os portais do Citi e do PanAmericano ficaram fora do ar por mais tempo.

Os hackers informaram novos ataques, desta vez à Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e ao BMG. “Sim, hoje todos irão bailar um pouquinho!”, comemoraram os invasores nas redes sociais. No entanto, ambos os sites continuaram acessíveis.

De acordo com a assessoria de imprensa do PanAmericano, que não confirmou o ataque, o site do banco estava “indisponível no momento, possivelmente, por sobrecarga de acessos”. O Citibank não se manifestou a respeito.

Na página do BC, a invasão aconteceu pouco depois das 10 horas e a página da instituição ficou instável, apresentando lentidão a quem tentava acessar o site. “Escolhemos um alvo de testes antes, só para calibrar nossas armas: http://www.bcb.gov.br – Apenas um teste rápido...”, anunciou o grupo no Twitter. A área técnica do BC avalia o assunto. Já tinham sido alvo de ataques dos hackers os sites do Itaú, Bradesco, Banco do Brasil e HSBC.

O consultor comercial Mario Fernandes Neto estava na agência da Caixa na Praça Tiradentes, onde os saques estavam limitados a R$ 500, e disse estar diversificando os bancos na hora de sacar dinheiro. “Preciso pagar contas do dia a dia acima de R$ 1 mil e estou sacando um pouco em cada banco diferente para conseguir juntar a soma”, conta.

O comércio também sofre com a falta de dinheiro disponível. Valmira Castro, vendedora de uma loja de fogos, afirma que a limitação de dinheiro já prejudica pagamentos de fornecedores. “O limite de R$ 600 no Banco do Brasil é muito pouco. Vamos começar a pagar funcionários e estamos pagando fornecedores no dia a dia, e a situação só está piorando”, reclama.

O estagiário Geovani Emanuel diz não se sentir prejudicado pela greve por enquanto, mas teme que a paralisação continue por muitos dias. “Se demorar muito, vai ser difícil sacar dinheiro para pagar as contas”, lamenta. Para se prevenir de um esgotamento ainda maior dos caixas, a costureira Ana Rosilda correu aos bancos ontem. “Vou pagar tudo o que eu consigo hoje e sacar o que eu vou precisar, porque ficar sem dinheiro não dT, ressalta.


Caixa Econômica Federal

Abaixo você encontra a listagem das agências bancárias com limite fixo para saque. Se não souber o nome da unidade, é possível conferir o número da agência. Esse número está presente no cartão do banco.

Limite: autoatendimento R$ 700 e boca do caixa R$ 3 mil

A2863PR - Agência Pedra Branca;
A0381PR - Agência Araucária;
A3492PR - Agência Pinheiro do Paraná;
A0385PR - Agência Campo Largo;
A3493PR – Ag. Zilda Arns;
A0368PR – Ag. Comendador;
A0369PR - Ag. Carlos Gomes;
A0374PR – Ag. Mercês;
A0375PR – Ag. Portão;
A0376PR – Ag. Santa Felicidade;
A0377PR – Ag. Rua das Flores;
B0813PR – Posto de Atendimento Bancário UTFPR;
B0872PR - Posto de Atendimento Bancário Senac;
A0891PR - Ag. Fórum Trabalhista Curitiba;
A0998PR - Ag. Pinheirinho;
A1286PR – Ag. Seminário;
A1316PR – Ag. Batel;
A1482PR – Ag. Água Verde;
A1524PR – Ag. Bigorrilho;
A1565PR – Ag. Curitiba;
A1633PR - Ag. Bairro Rebouças;
A1952PR – Ag. Nova Orleans;
A1971PR - Ag. Av. Brasília;
B2252PR - Posto de Atendimento Bancário Sesc;
A2553PR – Ag. Novo Mundo;
B2687PR - Posto de Atendimento Bancário Itaipu Curitiba (Centro);
B2931PR - Posto de Atendimento Bancário TRT 9ª. Região;
A2937PR – Ag. Ecoville;
B2939PR - Posto de Atendimento Bancário Varas da Fazenda PR;
A2997PR – Ag. Cidade Industrial;
B3162PR - Posto de Atendimento Bancário Tribunal de Justiça do Estado do Paraná;
A3322PR – Ag. Francisco Derosso;
A3379PR - Agência Sitio Cercado/PR;
A3397PR – Ag. Fazendinha;
A3556PR – Ag. Oliveira Belo;
A3557PR – Ag. Capão Raso;
B3984PR - Posto de Atendimento Bancário Fórum Curitiba;
A3708PR – Ag. Hugo Simas;
A3640PR – Ag. Rui Barbosa;
A2864PR – Ag. Fazenda Rio Grande;
A0393PR – Ag. Lapa;
B3367PR - Prefeitura Municipal Rio Branco do Sul;
A0403PR – Ag. Rio Negro.

0 comentários para "Cliente se vira para contornar falta de cédulas"
Deixar um novo comentário

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.Mínimo de 70 caracteres, por favor, nos explique melhor.