Cancelar
Acesso CNTV

Empregados da Caixa reafirmam reivindicações sobre segurança bancária

12Jul

Em ) - 10 a ademir

O debate de segurança bancária durante o 27º Conecef, realizado no Grupo 3, na tarde de sábado, 9, reafirmou as reivindicações de segurança bancária do encontro do ano passado com alteração no valor da indenização, em caso de assalto, que em vez de 100 salários com base no piso do Dieese passaria a 100 salários do empregado vítima do assalto, prevalecendo o valor maior.

Foram incluídos também nas propostas para compor a pauta de reivindicações o compromisso da Caixa de informar o Sindicato quando houver alterações significativas nos normativos relacionados à segurança bancária, além de uma campanha de esclarecimento junto aos empregados sobre os riscos decorrentes de não seguir as normas de segurança.

Durante o debate, o secretário de comunicação da Contraf-CUT e membro da Comissão Consultiva para Assuntos de Segurança Privada (CCASP), Ademir Wiederkehr, destacou as ações feitas para pressionar os bancos com o objetivo de conquistar avanços na convenção coletiva, a partir dos debates na mesa temática e das mobilizações. "Nos diversos fóruns estamos apontando o descaso dos bancos com a segurança bancária. Houve alguns avanços como a inclusão da cláusula que prevê atendimento médico e psicológico logo após a ocorrência e a comunicação à Cipa. Isso foi fruto da mobilização da campanha passada, portanto é preciso continuar a mobilização", afirmou.


Carlos Fernandes
Rede de Comunicação dos Bancários

0 comentários para "Empregados da Caixa reafirmam reivindicações sobre segurança bancária"
Deixar um novo comentário

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.Mínimo de 70 caracteres, por favor, nos explique melhor.