Cancelar
Acesso CNTV

Gasto familiar volta a ultrapassar renda

10Mai


Os gastos médios mensais das famílias brasileiras voltaram a ultrapassar a renda média do mês, o que não ocorria desde 2005.

No ano passado, a renda média familiar mensal foi de R$ 2.146 (alta de 13%), ante gasto médio de R$ 2.171 (alta de 16%), estimulado pelo excesso de oferta ao crédito.

Esse supercomprometimento afeta 53% das famílias de todas as classes e leva a um endividamento médio de 1%, segundo dados da pesquisa Tendências do Consumidor, encomendada pela Apas (Associação Paulista de Supermercados).

Segundo a Kantar WorldPanel, nas regiões Norte e Nordeste, renda e gasto cresceram em ritmo maior, 20% (para R$ 1.808) e 21% (para R$ 1.818), respectivamente.

Na região metropolitana do Rio de Janeiro, o nível de endividamento foi bem maior: 16%. Se a renda cresceu 18%, o gasto subiu 26%.

A entidade, contudo, acredita que as famílias vão reequilibrar seus gastos e que as medidas de restrição ao crédito do Banco Central irão esfriar um pouco o consumo, que seguirá crescendo, mas em um ritmo menor.

"O valor de 1% [de endividamento] é facilmente ajustável", disse o presidente da Apas, João Galassi.

Para 2011, a Apas estima crescimento de 10% nos gastos médios (para R$ 2.388), ante alta de 12% da renda média (para R$ 2.403).

Os gastos das classes D e E apresentaram crescimento de 16%, superando o das classes A,B e C (13%). Esse bom desempenho foi puxado pelo consumo de leite em pó, absorvente, creme de leite, cremes e loções e temperos.

Levando em conta os gastos de todas as classes, os maiores pesos no orçamento familiar foram alimentação em casa (18,1%), habitação (13,5%) e transporte (13,7%).

A pesquisa nacional, apresentada ontem no 27º congresso da entidade, foi realizada com amostra de 8.200 lares, ou 27 mil pessoas.

0 comentários para "Gasto familiar volta a ultrapassar renda"
Deixar um novo comentário

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.Mínimo de 70 caracteres, por favor, nos explique melhor.