Cancelar
Acesso CNTV

Segurança privada estima crescimento

13Abr

Em ) - 2014 3 mil a


O setor de segurança privada no Brasil já conta com quase 2 milhões de vigilantes cadastrados na Polícia Federal (PF). O registro na PF é obrigatório para que se possa trabalhar dentro da legalidade. No entanto, apenas um quarto deste contingente é absorvido pelo mercado de trabalho, atualmente.

Já, para a Copa 2014, esta realidade promete mudar, pois estima-se a criação de milhares de empregos na área, já que haverá demanda por vigilantes em estádios, hotéis, escoltas, transportes e outros serviços. Pelo menos 50 mil profissionais da segurança privada devem ser escalados para o esquema de segurança do evento mundial.

De acordo com o regulamento da FIFA, os estádios das cidades-sedes precisam ter uma equipe integrada entre as seguranças pública e privada. Em cada estádio, aproximadamente 3 mil vigilantes devem ficar responsáveis pela segurança no complexo interno das arenas (tendas de patrocinadores, área de circulação de pessoas, estacionamentos e catracas).

Curso preparatório

De acordo com a Coordenação Geral de Controle da Segurança Privada da Polícia Federal, a partir de uma articulação com o Comitê Organizador e as entidades do setor, um curso específico será criado – “Curso de Extensão em Grandes Eventos” – para capacitar vigilantes, supervisores e gestores. As aulas serão oferecidas pelas escolas de formação já atuantes na área.

0 comentários para "Segurança privada estima crescimento"
Deixar um novo comentário

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.Mínimo de 70 caracteres, por favor, nos explique melhor.