Cancelar
Acesso CNTV

MPT de Minas Gerais arquiva denúncia contra sindicato e Edilson Silva

10Mar


A Procuradora do Trabalho Elaine Noronha Nassif, da Procuradoria Regional do Trabalho da 3a. Região/MG, mandou arquivar o Inquérito Civil instaurado em 2008 contra a direção do Sindicato dos Vigilantes de Minas Gerais e o Presidente da entidade à época, companheiro Edílson Silva Pereira, também diretor da Confederação Nacional dos Vigilantes.

A Procuradora entendeu que havia uma disputa pela direção do Sindicato, resolvida com a eleição que consagrou o companheiro Romualdo Ribeiro como Presidente para a gestão 2010/2013, confirmada por decisão judicial transitada em julgado, não restando comprovada nenhumas das denúncias contra a entidade sindical, tampouco contra o dirigente.

Na época, setores da categoria e outros insatisfeitos com a atuação do Sindicato apresentaram várias denúncias contra a atuação do Sindicato, apontando inclusive supostas irregularidades na condução das negociações coletivas e levantando dúvidas relacionadas à conduta pessoal do companheiro Silva.

O processo chegou a 15 volumes e nenhuma irregularidade foi comprovada.

Para o Presidente da CNTV, José Boaventura, “a decisão do Ministério Público confirma a confiança que sempre tivemos na condução das lutas da categoria pela direção do Sindicato de Minas, especialmente, no compromisso do companheiro Silva com a luta e na retidão do seu caráter. Sempre compartilhamos destas lutas, dos compromissos e da convivência com os dirigentes e com a categoria, o resultado não poderia ser outro.

Bola pra frente Silva, Romualdo e toda a direção do Sindicato.

0 comentários para "MPT de Minas Gerais arquiva denúncia contra sindicato e Edilson Silva"
Deixar um novo comentário

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.Mínimo de 70 caracteres, por favor, nos explique melhor.