Cancelar
Acesso CNTV

Cobrança por segurança nos bancos continua

09Fev

Queda no registro de ocorrências de roubo ainda não tranqüiliza bancários nem clientes

São Paulo – A divulgação das estatísticas que revelaram a queda no número de roubo a bancos em 2010, em comparação com 2009, não muda o foco dos trabalhadores na luta por mais segurança nas instituições financeiras.

O Sindicato continua cobrando melhorias na segurança dos bancos e apontando as deficiências que colocam em risco bancários e clientes.

De acordo com a Secretária de Segurança Pública de São Paulo, no ano passado houve 141 ocorrências de roubo a banco na capital. A diminuição em relação a 2009 é de 17,5%. A nota explicativa do órgão estadual atribui a situação, entre outros fatores, à melhora do cenário econômico.

O diretor do Sindicato e integrante da Comissão Consultiva para Assuntos de Segurança Privada (Ccasp), Daniel Reis, concorda que a melhoria do cenário econômico, com as políticas do governo Lula, é um dos fatores que contribuiu para a queda no índice de criminalidade. Mas ressalta que a redução no número de roubo a bancos não deixa, ainda, funcionários e clientes mais tranquilos. “A análise dos números exige cautela. Acompanhamos que o roubo de caixa eletrônico, por exemplo, vem aumentando. Isso significa que as instituições financeiras ainda estão no alvo de bandidos. Estamos em permanente vigilância e cobrando dos bancos mais segurança para trabalhadores e usuários”, completa Daniel Reis.


Carlos Fernandes

0 comentários para "Cobrança por segurança nos bancos continua"
Deixar um novo comentário

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.Mínimo de 70 caracteres, por favor, nos explique melhor.