Cancelar
Acesso CNTV

Vigilante leva tiro no pé ao cobrar dívida trabalhista em loja de veículos em Maceió

08Nov


Um vigilante foi baleado no pé na tarde desta sexta-feira (5) durante uma discussão em que cobrava dívidas trabalhistas em uma loja de veículos no Barro Duro, em Maceió. Segundo informações da Polícia Militar, foi o gerente do estabelecimento quem baleou o trabalhador.

Givanildo Gabriel da Silva, de 54 anos, foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de urgência (SAMU) e levado para o Hospital Geral do Estado (HGE). A assessoria da unidade de saúde informou que o estado de saúde do paciente é estável.

O Batalhão de Polícia de Eventos (BPE), que foi acionado à loja após o disparo, informou que o vigilante cobrava pagamento de férias e salários atrasados quando começou a discussão. O gerente, identificado apenas como Adriano, não estava mais na loja quando os policiais chegaram. A PM ainda fez buscas na região, mas não o encontrou.

Segundo o advogado do gerente, a briga teria começado com o dono da loja, mas ele se retirou e deixou o vigilante discutindo com Adriano. "Havia clientes no momento da discussão", informou o advogado James Santos.

Embora o gerente não tenha sido localizado, o advogado disse que seu cliente está à disposição para prestar esclarecimentos à polícia assim que for solicitada a sua presença, após os trâmites legais. O advogado não soube informar a quem pertence a arma usada por Adriano.

Já o advogado de Givanildo, Geraldo Carvalho, informou que aguarda o vigilante receber alta para que possa relatar detalhes do ocorrido. “Em pleno ano 2021, trabalhador levando tiro no pé por cobrar direitos trabalhistas. Isso não ficará impune”.

0 comentários para "Vigilante leva tiro no pé ao cobrar dívida trabalhista em loja de veículos em Maceió"
Deixar um novo comentário

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.Mínimo de 70 caracteres, por favor, nos explique melhor.