Cancelar
Acesso CNTV

RUDDER É CONDENADA EM AÇÃO MOVIDA PELO SINDICATO

29Jan


Uma sentença da juíza Luciane Cardoso Barzotto, da 29ª Vara do Trabalho de Porto Alegre, publicada segunda-feira (25), determina que a Rudder Serviços Gerais  repasse os valores integrais das mensalidades e convênios dos associados ao sindicato e que a empresa pare de cometer assédio contra os trabalhadores para prejudicar atuação da entidade, ou seja, conduta antissindical.

A empresa foi condenada pela juíza a pagar multa por descumprimento de uma decisão anterior em antecipação de tutela (que exige cumprimento imediato), na medida em que vinha repassando ao sindicato valores menores que os devidos das mensalidades e convênios, cerca de um terço dos valores, apenas.

Esses valores devem ser descontados integralmente em folha de pagamento e transferidos ao sindicato até o dia 10 de cada mês, determinou a juíza.

O sindicato denunciou também, na ação civil coletiva, que a Rudder vinha praticando condutas antissindicais, tentando colocar seus empregados contra o sindicato, enviando comunicados e pesquisas aos vigilantes com informações falsas em relação ao Sindivigilantes do Sul e seus diretores.

Sobre isso, a juíza determinou que a Rudder pare de praticar condutas antissindicais, “deixando de enviar comunicado/memorando ou enquete aos empregados no tocante à atuação do sindicato, em especial no referente à formalização de acordo coletivo de trabalho”.

FONTE: SINDVIGILANTES DO SUL

0 comentários para "RUDDER É CONDENADA EM AÇÃO MOVIDA PELO SINDICATO"
Deixar um novo comentário

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.

Um valor é necessário.Mínimo de 70 caracteres, por favor, nos explique melhor.