Por: CNTV | Confederação Nacional de Vigilantes & Prestadores de Serviços
Postado: 05/04/2018
Boletim eletrônico 05/04/2018
Ministério do Trabalho atende reivindicação da CNTV e atualiza descrição de porteiros e vigias na CB
 
A Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV) pleiteou e o Ministério do Trabalho atendeu à reivindicação de atualizar a descrição de porteiros e vigias na Classificação Brasileira de Ocupação (CBO). A CNTV cobrava que o texto fosse revisado, pois havia brechas que permitiam o exercício de atividades de vigilantes por porteiros e vigias, mesmo com a legislação específica da Polícia Federal exigindo curso para o exercício da profissão de vigilante.