Por: CNTV | Confederação Nacional de Vigilantes & Prestadores de Serviços
Postado: 25/11/2011
Polícia Federal notifica empresas de vigilância
Empresas de segurança privada na ilegalidade
 
Agentes da Polícia Federal (PF) de Santa Cruz do Sul notificaram seis empresas de vigilância que atuam naquele município e em Vera Cruz. Elas têm prazo para obter autorização de funcionamento junto à PF ou devem encerrar as atividades não autorizadas de vigilância privada. As notificações feitas ontem são resultados de diversas investigações, quando foi constatado o serviço de vigilância privada não autorizada. Com a notificação, são iniciados os processos de encerramento das atividades não autorizadas. Ao mesmo tempo, as empresas podem providenciar a autorização junto à PF. No portal da PF - www.dpf.gov.br - é possível consultar sobre a regularidade das empresas de vigilância privada. Ao contratar este tipo de serviços por empresas autorizadas pela PF, os usuários têm garantido que se trata de uma empresa estruturada, já que é exigido um capital mínimo de R$ 106 mil para a constituição, seguro de vida em grupo obrigatório para os vigilantes, profissionais capacitados e com curso de formação, renovado a cada dois anos.